Banco de Leite está com estoque baixo e precisa de doadoras
CATEGORIA: SAÚDE - 17 DE NOVEMBRO 2020

  101
Banco de Leite está com estoque baixo e precisa de doadoras

O Banco de Leite de Paranavaí está com estoque baixo de leite materno e pede ajuda à população para reposição. Segundo a coordenadora do programa Saúde da Mulher e da Criança, a enfermeira Mariana Águila, o número de doadoras vem diminuindo consideravelmente nas últimas semanas por conta da pandemia de Covid-19 e a quantidade de leite está sendo insuficiente para atender à demanda.

 

“Este leite é enviado para Maringá, onde é tratado e devolvido para a Santa Casa na quantidade e na forma adequada para ser consumido pelas crianças da UTI Neonatal. Algumas dessas crianças chegam a ficar mais de dois meses internadas, recebendo o leite que é doado para o Banco. Quando não temos leite disponível, é necessário dar o leite em pó, que infelizmente não tem as mesmas funções benéficas para a saúde da criança que o leite materno por ser uma fórmula, um leite produzido em laboratório. Por isso é tão importante que as mães que acabaram de dar à luz e tenham leite sobrando, colaborem com as doações, especialmente do colostro, que é o leite dos primeiros dias após o parto. Ele tem muitas propriedades importantes para o desenvolvimento dos bebês que estão em situação de internamento”, explica Mariana.

 

Por isso, a Secretaria de Saúde está pedindo que as mães que estão amamentando e ainda não têm cadastro no município, colaborem com a doação. Para doar, basta que a mãe seja saudável, não use medicamentos especiais e tenha leite sobrando após a amamentação do seu bebê.

 

As candidatas a doadoras podem entrar em contato através dos telefones 3423-2046 ou 99138-6683 (com whatsapp) para fazer o cadastro. “A partir daí, a equipe do município faz contato on-line, por telefone ou whatsapp, para repassar todas as orientações sobre como fazer a coleta e armazenamento correto do leita. A nossa equipe só vai na casa da doadora para levar os frascos estéreis para a coleta e depois passa uma vez por semana para recolher o leite. Tudo isso para evitar o contato direto e garantir a segurança da saúde das mães e dos bebês”, completa a coordenadora do programa Saúde da Mulher e da Criança.
 

 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.