COE Social coordena doações para atender famílias vulneráveis de Paranavaí
CATEGORIA: COMUNICAÇÃO - 06 DE MAIO 2020

  737
COE Social coordena doações para atender famílias vulneráveis de Paranavaí

O COE (Comitê de Operação Emergencial) Social, um grupo criado especificamente para coordenar ações sociais durante o período de enfrentamento à pandemia de Covid-19 em Paranavaí, já está recebendo doações para atender as entidades e famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade na cidade.

 

“Estamos vivendo um momento em que muitas pessoas perderam seus empregos, muitos autônomos não conseguem realizar suas atividades e garantir renda para suas famílias, e alguns até não estão conseguindo pagar as contas básicas de água e luz de suas casas. Assim como foi criado o COE Econômico para desenvolver ações de retomada da economia na cidade, foi criado o COE Social para concentrarmos o maior número possível de atendimentos às famílias que entraram em situação de vulnerabilidade neste momento de pandemia”, explica o Procurador Jurídico do município, Benjamin Marçal Costa.

 

Quem quiser participar deste movimento de amparo às famílias vulneráveis de Paranavaí, pode doar alimentos (cestas básicas), materiais de higiene e limpeza, álcool gel, máscaras, ração animal e fazer também doações em dinheiro. 

 

Para ter informações sobre como e onde doar alimentos e outros materiais, basta ligar para o telefone (44) 3423-8569, em horário comercial.

 

Já as doações em dinheiro podem ser feitas em uma conta criada exclusivamente para este fim na Caixa Econômica Federal em nome da Associação de Corredores de Paranavaí e Noroeste do Paraná – ACORRENOR; CNPJ: 21.610.905/0001-53; agência 0399 / operação 003 / conta corrente 00005025-9. 

 

“Vamos precisar também de pessoas que queiram doar horas de voluntariado, ajudando a fazer a separação dos materiais doados, carregar, descarregar, doar transporte, etc. É só ligar no número para informações e deixar nome e telefone para entrarmos em contato solicitando apoio”, frisa o médico Dr. Marcelo Campos.

 

Destinação das doações – “É importante ressaltar que a distribuição dessas doações vai acontecer da seguinte maneira: estamos abrindo um Chamamento Público para entidades e grupos de voluntariado se cadastrarem junto ao COE Social. As famílias e pessoas que estiverem em situação de vulnerabilidade e estiverem precisando de ajuda, devem procurar uma dessas entidades ou grupos de voluntários e se cadastrar com eles. A partir daí, as entidades vão entrar em contato com o COE Social, solicitando o que precisam e as quantidades para atender essas famílias que estiverem cadastradas. Quem vai retirar as doações com o COE Social são as entidades e elas é que vão distribuir para as famílias cadastradas em cada uma delas”, explica o Procurador Jurídico do município, Benjamin Marçal Costa.
 

 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.