Assembleia Legislativa reconhece estado de calamidade pública em Paranavaí
CATEGORIA: COMUNICAÇÃO - 23 DE ABRIL 2020

  702
Assembleia Legislativa reconhece estado de calamidade pública em Paranavaí

O município de Paranavaí teve reconhecido pela Assembleia Legislativa do Estado do Paraná (Alep) o estado de calamidade pública na cidade. O fato acontece depois do agravamento da crise do novo Coronavírus (Covid-19) e os problemas de saúde pública e econômicos gerados pelo enfrentamento da pandemia.

 

“Consideramos que, em decorrência das ações emergenciais necessária para combater o Covid-19, as finanças públicas e as metas fiscais estabelecidas para o presente exercício poderão estar gravemente comprometidas no Município, assim como as metas de arrecadação de tributos, pela redução da atividade econômica”, disse o prefeito KIQ.

 

Além de Paranavaí, outros 58 municípios do Paraná também tiveram o estado de calamidade pública reconhecidos pela Alep. “Decretar estado de calamidade pública é uma forma de ajudar a população. O objetivo principal é dar agilidade ao governo, fazer com que as demandas tenham respostas mais rápidas e menos burocráticas”, disse o deputado estadual Tião Medeiros.

 

A doença – O coronavírus pode causar infecção respiratória bem como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers). A doença causada pelo novo coronavírus foi batizada de Covid-19 e descoberta no final de 2019. O primeiro país a ter um caso registrado foi a China.

 

A doença pode ser transmitida pelo ar (vias respiratórias), por contato físico (beijo, abraço ou aperto de mão) ou contato com superfícies contaminadas (celulares, maçanetas, teclas, apoios de transporte público e etc). Os sintomas mais comuns a serem apresentados são: tosse, febre (acima de 37º), dores no corpo e nos casos mais graves insuficiência renal e dificuldade respiratória.

 

A melhor maneira de se prevenir é manter as mãos e as superfícies sempre higienizadas. Outra maneira importante de evitar a doença é não tocar os olhos, nariz e boca. Pessoas que já tiveram outras doenças podem apresentar casos mais graves se contraírem o novo coronavírus. 

 

A recomendação é que as pessoas que tiverem febre, dor no corpo e diarreia fiquem em casa. Os cidadãos só devem procurar o hospital em caso de febre persistente e dificuldades respiratórias. 
 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.