Vigilância em Saúde: epidemia de dengue ainda não está contida em Paranavaí
CATEGORIA: SAÚDE - 24 DE MARçO 2020

  927
Vigilância em Saúde: epidemia de dengue ainda não está contida em Paranavaí

"Estamos focados na contenção viral do Coronavírus (Covid-19), mas não deixamos de nos preocupar com a situação da dengue em Paranavaí. A epidemia ainda não está contida e continuamos com todas as ações de orientação, visitas domiciliares para eliminação de criadouros e atendimentos dos casos suspeitos nas unidades de saúde do município", declara a diretora da Vigilância em Saúde, Keila Stelato.

 

Os números da dengue em Paranavaí são alarmantes. De 1º de janeiro até ontem, dia 23 de março, foram notificados 5.581 casos suspeitos na cidade. Destes 5.135 foram confirmados e apenas 216 descartados. Outros 230 ainda aguardam o resultado do exame. No último domingo (22) foi registrada a morte de uma mulher de 55 anos por dengue hemorrágica em Paranavaí. O caso está sendo encaminhado para a Secretaria de Estado da Saúde (SESA) para investigação. Para a diretora da Vigilância em Saúde, uma das grandes dificuldades ainda é o acesso dos agentes de endemias para a verificação nas residências.

 

"Estamos tão preocupados com a epidemia de dengue na cidade quanto com os cuidados com o Coronavírus. Tanto que não dispensamos os agentes de endemias do trabalho de campo. Eles estão realizando as visitas de orientação e fiscalização normalmente, claro, adotando todas as medidas de prevenção ao Covid-19. O problema é que muitas pessoas estão se negando a abrir as casas para que as vistorias sejam realizadas. A população precisa entender que o combate à pandemia do Coronavírus não pode fazer parar o combate à dengue. Pacientes com dengue se tornam ainda mais vulneráveis, pois a imunidade está comprometida e, caso sejam expostos ao Covid-19, podem ficar em estado muito mais grave", frisa Keila.

 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.