Escola Cecília Meireles inaugura Espaço Florescer com horta sustentável
CATEGORIA: EDUCAÇÃO - 06 DE AGOSTO 2019

  1163
Escola Cecília Meireles inaugura Espaço Florescer com horta sustentável

Desde o mês de fevereiro, a professora Elsa Dias Teixeira começou a colocar em prática um projeto que já tinha em mente há algum tempo. Através do projeto “Aqui se Planta o Futuro”, a professora trabalhou com seus 42 alunos das turmas de 2º e da Sala de Recursos da Escola Municipal Cecília Meireles, os conceitos de ver, sentir, ouvir, cuidar e plantar. E o resultado desse trabalho foi a inauguração do “Espaço Florescer” com uma horta sustentável e ambiente para leitura.

 

“O projeto teve várias etapas e conceitos que trabalhamos desde o início do ano letivo com as crianças, dentro e fora da sala de aula. Nós estudamos sobre as hortaliças, sobre reciclagem, meio ambiente, sobre plantas medicinais, levamos os alunos para conhecer um roseiral, e a partir daí trabalhamos os conceitos de responsabilidade ambiental, sustentabilidade, a responsabilidade de cuidar do que é nosso, trabalhamos os cinco sentidos, fazendo com que eles sentissem os cheiros das plantas, os gostos, as texturas, ouvissem os sons da natureza, etc. Envolvemos os pais dos alunos em todo esse trabalho. Todo sábado, feriado ou tempinho que tínhamos à noite, tivemos os pais aqui, ajudando a plantar, a pintar, a organizar os espaços, a horta, além das doações de garrafas pet, tampinhas, pneus e outros materiais que usamos para organizar o espaço. É um trabalho que teve a cooperação de muitas pessoas e, tenho certeza, que mudou o jeito de ver o meio ambiente por todas as experiências que compartilhamos”, destacou a professora Elsa.

 

E os pais aprovaram e comprovaram a mudança no comportamento dos filhos através das atividades propostas no projeto. “Nós ensinamos nosso filho a guardar as latinhas de bebidas para depois vender e, assim, ele juntar um dinheirinho para ele usar como quiser. Logo no início, ele chegou em casa dizendo que queria usar o dinheiro que ganhasse com a venda das latinhas para ajudar a professora no projeto. O entusiasmo dele contagiou os vizinhos, os avós, tios, todo mundo começou a guardar latinhas pra ele juntar, vender e ganhar dinheiro para o projeto. Não foi só ele que aprendeu sobre responsabilidade ambiental, mas todos à volta dele acabaram sendo envolvidos”, contou a Amanda Costa Niehues Basílio, mão do João Gabriel, aluno do 2º ano da Escola Cecília Meireles.

 

Além de uma horta sustentável com várias hortaliças que passaram a fazer parte da merenda escolar dos alunos, a professora Elsa ainda elaborou várias hortas suspensas, com espécies de plantas medicinais, ornamentais e flores de pequeno porte, e ainda um espaço de leitura para as crianças.

 

“Este projeto está servindo de exemplo para as outras escolas do município, que já querem implantar um trabalho semelhante com seus alunos. Todo mundo da escola se envolveu numa ação que parece tão pequena, mas que está transformando o mundo - o nosso mundo, no ambiente escolar, nas casas das crianças, nos ambientes em que convivemos fora daqui”, elogiou a diretora da escola, Rosângela Berto Cassorilo.

 

Durante a inauguração do Espaço Florescer, os alunos e os pais puderam degustar bebidas e alimentos feitos com as plantas produzidas na horta da escola.

 

 

Galeria de Fotos





© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.