Paranavaí recebe visita técnica do Separtec para credenciamento do Parque Tecnológico
CATEGORIA: AGRICULTURA - 24 DE JULHO 2019

  2255
Paranavaí recebe visita técnica do Separtec para credenciamento do Parque Tecnológico

Paranavaí trabalha para ter em longo prazo um Parque Tecnológico de Agroinovação que transforme o município em um grande polo regional. Para isso, um trabalho extenso de estudos de viabilidade vem sendo realizados desde 2017. Nesta quarta-feira (24), estiveram na Prefeitura de Paranavaí representantes do Sistema Estadual de Parques Tecnológicos do Paraná (Separtec) para dar início ao processo de credenciamento dos parques tecnológicos de todo o Paraná.

 

Também estiveram na visita representantes da Secretaria da Fazenda (Sefa), Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), Sebrae e UniFatecie. Será aplicado no município o instrumento de credenciamento provisório dos parques tecnológicos. 

 

Para este projeto foi celebrado um convênio por meio do Programa Paraná Competitivo. Foi solicitado um serviço para desenvolver o Sistema de Credenciamento e Avaliação dos Parques Tecnológicos no Estado do Paraná sob a gestão do Separtec. 

 

Em dezembro de 2018, a Prefeitura de Paranavaí e o Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) assinaram o terceiro acordo de cooperação definindo metas para os próximos anos. A ideia do projeto é acelerar o desenvolvimento tecnológico da cadeia produtiva de mandioca e citros, gerando mais empregos e ampliando o mercado de trabalho. “O Parque tecnológico trabalha com o desenvolvimento de empresas de alta tecnologia e tem como objetivo criar um espaço que possa atrair empresas de todo o Brasil e até do exterior, criando em Paranavaí um espaço internacional e que participe da economia mundial”, disse o prefeito KIQ.

 

Para 2019 foram estabelecidas as seguintes metas: realização do concurso internacional de estudos urbanístico e arquitetônico do parque; impla0ntação de escritório técnico do projeto em espaço do Centro de Difusão Tecnológica do IAPAR; implantação da incubadora de empresas e espaço de coworking; contratação de projetos técnicos, arquitetônico, urbanístico e de engenharia para o Centro de Agroinovação; e articulação da Incubadora de Empresas e a estruturação da Unidade Mista de Pesquisa e Transferência de Tecnologia (UMIPTT) de Agroinovação em Citros e Mandioca.

 

Para 2020 também já existem algumas metas: entrega dos projetos técnicos, urbanístico e arquitetônico do parque; implantação da UMIPTT AGRO+i; e captação de recursos para início das obras do Parque Tecnológico.



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.