Prefeito de Paranavaí compartilha inovações no II Fórum de Cidades Digitais
CATEGORIA: COMUNICAÇÃO - 18 DE JULHO 2018

  570
Prefeito de Paranavaí compartilha inovações no II Fórum de Cidades Digitais

Maringá recebe no dia 26 de julho a segunda edição do Fórum de Cidades Digitais, evento promovido pela Rede Cidade Digital e Amusep – Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense. Em discussão, o uso da tecnologia de forma estratégica, visando o desenvolvimento a fim de melhorar a vida das pessoas.

 

Prefeitos de toda a região noroeste do Paraná devem participar de palestras e trocar experiências sobre como planejar ações que gerem economia e maior eficiência no serviço público, promovendo um ambiente de conectividade, empreendedorismo e crescimento econômico.

 

O prefeito de Paranavaí, Carlos Henrique Rossato Gomes, vai falar sobre o caso de sucesso em sua cidade. Segundo o prefeito, a tecnologia é uma das principais marcas de sua gestão. “Atualmente, Paranavaí é uma cidade em sintonia com as tendências mais modernas na comunicação com seus moradores. Também estamos modernizando a administração pública, ao adotar a tecnologia em favor dos cidadãos”.

 

Reconhecimento Facial – Exemplos disso não faltam em Paranavaí. Recentemente, a cidade implantou em todas as escolas da rede municipal o sistema de reconhecimento facial, substituindo a antiga chamada em sala de aula. Logo na entrada da escola, o aluno registra sua presença usando um aparelho que faz a leitura facial. Além de confirmar a presença, o sistema também envia uma mensagem para os pais quando o aluno falta. “E não é só isso”, complementa o prefeito Carlos Henrique. “É um sistema de gestão escolar completo. As notas dos alunos, o histórico escolar e os registros de presença são lançados em um site para os pais acessarem todas as informações. Outro exemplo é na hora da merenda. Todos os dias, as cozinheiras recebem um relatório com o número de alunos presentes. Assim, elas podem fazer a merenda na medida certa, evitando o desperdício de alimentos”, completa o prefeito.

 

Redes Sociais – Outro exemplo do uso da tecnologia na administração pública está na área da comunicação. Segundo o prefeito de Paranavaí, o município conseguiu reduzir em 83% os gastos com publicidade utilizando as redes sociais. “Cortamos os pagamentos para jornais, rádio e TV, que giravam em torno de quase um milhão de reais por ano. E investimos na contratação de uma equipe especializada na criação de campanhas e conteúdo para as redes sociais. Tivemos um crescimento de quase 300% no número de seguidores em nossas mídias sociais. E o melhor: a um custo infinitamente menor”, diz Carlos Henrique.

 

Diário Oficial Eletrônico – Em maio de 2017, a Prefeitura de Paranavaí mudou a forma de publicação e consulta do diário oficial do município. Trocou a publicação em papel para a eletrônica. “Além de ser ecologicamente correta, pois deixamos de imprimir um grande volume de papel, também estamos gerando uma economia de R$ 500 mil por ano com o diário oficial na internet”, conta o secretário de Fazenda de Paranavaí, Gilmar Pinheiro.

 

Aplicativo do Asfalto – Um dos maiores problemas de Paranavaí também pode ser resolvido com uma solução inovadora. A buraqueira no asfalto é motivo de grande reclamação da população. E a Prefeitura criou um aplicativo que faz o mapeamento de todas as ruas da cidade. “Assim, os ficais e técnicos do município podem lançar os dados no sistema usando o aplicativo. Dessa forma, a gente consegue monitorar a situação de toda a malha asfáltica, o que nos ajuda a tomar decisões na hora do planejamento de obras de recuperação”, conta o secretário de Desenvolvimento Urbano, Darlan Alves. Em uma próxima fase, o aplicativo deverá ser liberado para toda a população participar da fiscalização do asfalto na cidade.

 

A apresentação dos casos de sucesso em Paranavaí será feita a todos os prefeitos e gestores públicos da região noroeste no dia 26 de julho, às 14h30, no auditório do Sebrae de Maringá.

Galeria de Fotos





© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.