Município estuda parceria com TJ-PR para construção de Usina Solar
CATEGORIA: DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO - 02 DE JULHO 2018

  155
Município estuda parceria com TJ-PR para construção de Usina Solar

A construção da maior usina de energia solar do sul do Brasil em Paranavaí pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) serve como motivação para que outros órgãos tomem o mesmo rumo. Na última semana, o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Carlos Emanuel, se reuniu com membros do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) para falar sobre o modelo de projeto e oferecer uma parceria.

 

“A usina de energia do TRE vai abastecer os 154 fóruns eleitorais do estado e a sede do tribunal. Segundo dados do tribunal, são R$ 4 milhões de gastos por ano de energia. A usina vai custar R$ 10 milhões, mas o mais interessante é que ela vai se pagar em menos de três anos e terá durabilidade de aproximadamente 30 anos. Sem dúvidas essa pode ser uma boa opção para outras instituições também”, ressaltou Carlos.

 

A entrada de Paranavaí nesse mercado pode render grande reconhecimento nacional. “Por ser a maior usina de energia sustentável do sul do país, certamente chama a atenção de muita gente. O poder público teve coragem de ultrapassar barreiras e acreditar nesse projeto, que creio que é uma excelente iniciativa. Agora, queremos incentivar outros órgãos públicos a seguirem o mesmo caminho. Tenho certeza que nós como município e também a Câmara de Vereadores estamos dispostos a trabalhar pela vinda de mais empresas desse porte para nossa cidade”, afirmou o secretário.

 

Ainda segundo o secretário, os representantes do TJ se animaram com a possibilidade e, com base nas informações passadas, prometeram realizar um estudo sobre o assunto. “Paranavaí só tende a crescer, e isso é tão verdade que a empresa que está confeccionando e instalando as placas para o TRE é daqui. Só existem três empresas desse porte no Brasil, e uma delas está em Paranavaí. Queremos explorar mais esse mercado e dar oportunidade a empresas e instituições que queiram entrar no ramo da energia sustentável”, finalizou Carlos.

 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.