Meio Ambiente atendeu mais de 4,1 mil solicitações de poda e corte de árvores em 2017
CATEGORIA: MEIO AMBIENTE - 10 DE ABRIL 2018

  476
Meio Ambiente atendeu mais de 4,1 mil solicitações de poda e corte de árvores em 2017

Um relatório elaborado pela Secretaria de Meio Ambiente aponta que em 2017, as equipes do município atenderam 4.136 solicitações de podas ou corte de árvores em Paranavaí.

 

O maior número de solicitações diz respeito às podas. Foram 2.743 serviços executados durante o ano, uma média de 228 por mês. Já o número de cortes de árvores registrou uma média de 116 serviços executados por mês, um total de 1.393 árvores vistoriadas e cortadas no ano passado.

 

Só nos três primeiros meses deste ano, a Secretaria de Meio Ambiente já atendeu mais de mil solicitações: foram executadas 651 podas e 367 cortes de árvores na cidade.

 

“É muito importante que as pessoas saibam que toda necessidade de poda ou corte de árvores precisa ser solicitada através da Ouvidoria Municipal. Os pedidos geram um protocolo para que o morador possa acompanhar como está a sua solicitação. A Ouvidora encaminha todas as solicitações para a Secretaria de Meio Ambiente e os nossos técnicos fazem uma vistoria prévia para determinar a necessidade ou não da execução do serviço. Muitas vezes o morador pede o corte de uma árvore que está em perfeitas condições e nós não podemos simplesmente erradicar a árvore. Fazemos as podas, acompanhamos o desenvolvimento das árvores para ver se em algum momento elas apresentam riscos. Mas é só através do protocolo junto à Ouvidoria que nós podemos atender às solicitações”, explica o secretário de Meio Ambiente, Ramiro Kulevicz.

 

Os telefones para contato da Ouvidoria são: 156 ou (44) 99114-1389 (WhatsApp).

 

Corte ilegal e poda drástica - O corte ilegal de árvores aumentou muito nos últimos meses em Paranavaí. De acordo com o secretário Ramiro Kulevicz, o município começou a receber diversas denúncias de cortes de árvores sem autorização, ato que é considerado crime ambiental.

 

Segundo ele, muitos moradores têm aproveitado o fim de semana para cortar a árvore em frente de casa. “É preciso conscientização dos moradores para que as podas sejam feitas exclusivamente pela Secretaria de Meio Ambiente. Quem corta uma árvore por conta própria está cometendo crime ambiental. Não temos equipes de fiscalização trabalhando nos fins de semana, mas a Guarda Municipal tem feito várias intervenções deste tipo de situação”, afirmou.

 

Além do corte de árvores, a poda drástica também é prejudicial para o meio ambiente. Se não for realizada da maneira correta e sem necessidade, a poda tende a causar a morte da árvore. “A poda drástica consiste no rebaixamento radical da copa das árvores, sem qualquer critério técnico, sendo que em alguns casos nem mesmo os troncos são poupados. Essa medida não é a mais indicada e não reverte no benefício esperado. Pelo menos 30% das árvores podadas morrem já no primeiro ano”, explica o fiscal ambiental da Prefeitura de Paranavaí, Flávio Patrício Neto.

 

A poda drástica realizada pelo proprietário de maneira errada e sem autorização do município é considerada criminosa. “O ato é considerado crime ambiental. Além de multa, o morador pode ser responsabilizado pelos danos causados, conforme o Art. 49 da Lei Federal 9.605/98, e Lei Municipal 4.176/2013. A realização da poda de árvores só deverá ser praticada por pessoa autorizada pela Secretaria de Meio Ambiente”, finalizou.

 

 

Galeria de Fotos





© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.