Prefeitura envia à Câmara projeto para doação de terrenos no Centro Administrativo
CATEGORIA: DESENVOLVIMENTO URBANO - 30 DE OUTUBRO 2017

  91
Prefeitura envia à Câmara projeto para doação de terrenos no Centro Administrativo

A proposta de construir um novo Centro Administrativo em Paranavaí segue avançando a cada dia. Nesta segunda-feira (30), a Prefeitura enviou à Câmara os projetos de lei 45, 46 e 47/2017 que tratam sobre a doação de terrenos para a construção das sedes da delegacia da Polícia Civil, Ministério Público e Fórum.

 

Somados aos prédios da Prefeitura e da Câmara, os cinco prédios do Centro Administrativo terão mais de 27 mil m² de construção. “Vamos centralizar os prédios públicos em um só lugar par facilitar o atendimento à população e levar o desenvolvimento da cidade para uma região com grande potencial. Essa é uma ação de coragem e que certamente terá muito retorno, pois seremos conhecidos como uma cidade que se modernizou e avançou em todos os aspectos”, ressaltou o prefeito KIQ.

 

Além da construção dos prédios, a prefeitura já tem o projeto para criar uma nova entrada para a cidade que vai ligar a BR-376 à Avenida Tancredo Neves (via Jardim Oásis) e também construir um parque municipal com lago. “Esse é um dos grandes projetos da nossa administração. Vamos deixar uma marca, um legado para as próximas gerações e mostrar que Paranavaí tem potencial para se tornar uma grande cidade em âmbito estadual e nacional”, enfatizou.

 

A divisão dos terrenos ficou da seguinte forma: Prefeitura – 10.851,64 m²; Câmara – 1.958,29 m²; Delegacia – 3.163,45 m²; Ministério Público – 3.067,41 m²; e Fórum – 8.706,96 m². Para o prefeito, o Centro Administrativo vai trazer inúmeros benefícios para a gestão pública. “Os prédios serão mais modernos, acessíveis, seguros e econômicos, afinal, com toda tecnologia que temos à disposição, faremos projetos que terão eficiência energética. Hoje, a prefeitura e a câmara já não têm mais condições de ficar onde estão”, disse.

 

Projeto de Lei 49/2017 – Para fins de alienação de bem público, o projeto de lei 49/2017 tem como intenção dar ao prefeito KIQ a autonomia para proceder, mediante decreto, a desafetação (desfazer o vínculo jurídico de uma propriedade ou posse) dos imóveis da Prefeitura e da Câmara. A desafetação só poderá ocorrer com a desocupação definitiva dos imóveis e a transferência da sede administrativa da Prefeitura e da Câmara para o novo Centro Administrativo.

 

“Ter assegurado por lei que poderemos vender os prédios da Prefeitura e da Câmara no momento em que acharmos adequado vai facilitar o processo. Queremos fazer uma troca, uma alienação. O dinheiro dos imóveis atuais bancaria a construção dos novos no centro administrativo. Damos os prédios e em troca ganhamos a construção”, explicou KIQ.

 

 

Galeria de Fotos





© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.