Núcleo de Cultura do São Jorge oferece aulas gratuitas de capoeira, violão e percussão
CATEGORIA: CULTURA - 17 DE ABRIL 2017

  164
Núcleo de Cultura do São Jorge oferece aulas gratuitas de capoeira, violão e percussão

No Núcleo de Cultura do Jardim São Jorge, que funciona na Associação de Moradores do bairro, a Fundação Cultural de Paranavaí está oferecendo aulas semanais de capoeira, violão e percussão. Às segundas-feiras, o professor Fernando Bana dá aulas de violão das 13h30 às 14h30, das 14h30 às 15h30 e das 15h30 às 16h30. Cada turma pode receber até cinco alunos com idade a partir de sete anos.

 

Na terça-feira, das 18h às 20h, a Associação de Moradores, por meio do Núcleo de Cultura da Fundação Cultural, oferece 20 vagas para a oficina de percussão com o professor Hugo Ubaldo. Já na quinta-feira, o professor Leandro Felipe (Cabelo) dá aula de capoeira das 18h às 19h. A oficina oferece 25 vagas. “Se tiver seis ou sete anos, já pode participar das oficinas de capoeira e percussão”, informa o gerente de desenvolvimento cultural da FC, Marcos da Cruz.

 

Todas as oficinas fornecidas pela Fundação Cultural são gratuitas.

 

Além das oficinas da Fundação Cultural, a Associação de Moradores do Jardim São Jorge oferece aulas de dança e escolinha de futebol. Inclusive foi de lá que saíram nomes como Sorlei, ex-zagueiro do Fluminense e do São Paulo; e Miranda, zagueiro da seleção brasileira e da Inter de Milão. “A nossa escolinha é bem tradicional. Também realizamos campeonatos amadores, varzeanos”, conta o presidente da associação, Edson Dias, mais conhecido como Edson da Farmácia.

 

Fundada há mais de 50 anos, a Associação de Moradores surgiu com o objetivo de oferecer opções de lazer, esporte e cultura à população, além de buscar melhorias para o bairro que hoje tem mais de 25 mil habitantes. “A Associação existe para movimentar o São Jorge. Temos pelo menos 200 pessoas que participam regularmente das atividades oferecidas na nossa sede. É um trabalho que também ajuda a tirar a molecada da rua”, garante Edson que há 30 anos faz parte da Associação de Moradores.

 

Hoje em dia, os custos com a manutenção da sede ficam em torno de R$ 1,5 mil por mês, mas quando surge algum imprevisto esse valor pode subir bastante. Por isso, a associação oferece o espaço para locação, ou seja, para a realização de casamentos, aniversários, confraternizações e feiras. Também cobra uma pequena taxa dos participantes das aulas de dança. “A diretoria se reúne uma vez por mês para discutir sobre despesas e atividades. Vamos começar a realizar feira de venda de carros usados. E logo mais teremos eventos para o pessoal da terceira idade. Eles precisam ser mais valorizados”, declara Edson que aponta Carlos Cancian como um dos fundadores da associação.

 

Em mais de 50 anos, a Associação de Moradores do Jardim São Jorge nunca deixou de funcionar, mesmo quando passou por situações bem difíceis. “A associação é a maior alegria do bairro. Sempre temos vagas para quem quer participar de alguma atividade esportiva, cultural ou artística”, assegura Edson da Farmácia. Quem quiser saber mais sobre as atividades culturais oferecidas no São Jorge, pode ligar para (44) 99896-9457 (Edson) ou (44) 3902-1128 (Fundação Cultural).

 

Saiba Mais

Para participar, basta ir até a sede da associação durante as aulas e apresentar o registro de nascimento ou CPF, cópia do comprovante de residência e duas fotos 3x4. Menores de idade devem estar acompanhados de um responsável. 

 

 



© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.