Ouvidoria é um canal de comunicação entre a população e a Prefeitura
CATEGORIA: CONTROLADORIA GERAL - 15 DE MARçO 2017

  761
Ouvidoria é um canal de comunicação entre a população e a Prefeitura

Certamente você já ouviu uma dessas frases: “Não vou ligar na Ouvidoria. Eles não resolvem nada!”. “Já reclamei várias vezes na rádio e nunca fui atendido pelo município”. “Não anotei o protocolo de atendimento, agora fiz outra reclamação e vai demorar muito para meu problema ser solucionado”. O que pouca gente sabe é que a Ouvidoria Municipal é um dos canais mais eficazes de comunicação entre a população e o município, e não adianta nada fazer reclamações nos programas de rádio sem registrar um protocolo na Ouvidoria.

 

“A função da Ouvidoria é acatar as reclamações, redistribuí-las aos setores competentes e cobrar a resolução ou resposta. A pessoa chega aqui, nós registramos a reclamação ou solicitação dela, e este registro é encaminhado on-line para o setor responsável por dar uma resposta e solucionar aquele problema. A pessoa acessa a Ouvidoria através do telefone ou pessoalmente, e em 99% dos casos são de cidadãos fazendo uma reclamação. Nós recebemos solicitações de todas as áreas que envolvam um órgão do município. A Saúde tem sua própria Ouvidoria (160), mesmo assim nós atendemos aqui alguns casos referentes ao setor”, explica o Ouvidor do município, Sérgio Rubens Franco José.

 

O problema é que muitas das reclamações e pedidos da população não chegam até a Ouvidoria. “As pessoas ligam bravas nas rádios, procuram a TV, postam desabafos nas redes sociais, mas na realidade nunca abriram um protocolo para que seu problema fosse solucionado através do canal responsável, que é a Ouvidoria. Nós não registramos protocolos através das mídias. A pessoa precisa obrigatoriamente acessar a Ouvidoria através de um dos telefones disponíveis ou pessoalmente no nosso setor. Se o cidadão liga nas rádios, faz sua reclamação ao vivo, mas não protocola sua reclamação na Ouvidoria, o município na verdade não toma conhecimento de que tem aquela situação para atender. É preciso entender que é só através da Ouvidoria que a população tem a garantia de ter suas reclamações atendidas”, frisa Sérgio Rubens.

 

Segundo um levantamento feito pelos atendentes, a Ouvidoria recebe em média 50 reclamações e solicitações de serviços por dia útil de trabalho. “Se a pessoa demora um dia a mais para ligar, já são em média 50 protocolos de atendimento que estão na frente dela na fila para serem atendidos”, enfatizam os atendentes Erik Matos Ferreira Silva e Luan Raykard Silva do Carmo.

 

A reclamação campeã de protocolos é com relação a terrenos com mato alto. “Este ano estamos com mais de 2.100 protocolos registrados. Cerca de 800 foram reclamações sobre mato alto. Este é um tipo de reclamação que demora um pouco mais para ser solucionada. A solicitação é passada para o setor de Fiscalização, que notifica o proprietário se constatado o problema do mato alto. A partir daí, o proprietário tem 15 dias para limpar o terreno. Se ele não fizer a limpeza, o município aplica a multa e executa o serviço, cobrando os custos do proprietário. Só que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano também tem um cronograma de limpeza dos terrenos do município, e aquele terreno que foi notificado e multado entra numa fila. Então, muitas vezes ouvimos as pessoas dizerem que não adianta ligar na Ouvidoria porque não resolve nada. Resolve sim, mas alguns casos demoram mais que outros para serem solucionados por causa das questões legais que precisam ser respeitadas”, lembra o Ouvidor do município.

 

Outra situação que também registra grande número de protocolos é a questão da iluminação pública. Mas, nestes casos, 100% dos pedidos são solucionados em até 48 horas. No mês de fevereiro, por exemplo, foram registrados 311 pedidos de reparos referentes à iluminação pública em Paranavaí, todos eles respondidos e solucionados. “O setor responsável já trabalha com um serviço preventivo, especialmente na fiscalização e na troca de lâmpadas e reatores que já não estão em condições perfeitas de uso e, rapidamente, vão apresentar problemas. Mas, quando alguém liga na Ouvidoria e solicita uma troca de lâmpada ou verificação de alguma outra situação relacionada à iluminação, o setor responsável já acessa o sistema e consegue colocar as equipes na rua para resolver o problema muitas vezes no mesmo dia”, explica o eletrotécnico da Prefeitura, Kendje Matsumoto.

 

Agora que você já sabe bem como funciona a Ouvidoria, utilize os canais de atendimento direto, que são os telefones 156 ou 3421-2323, ramal 1208. Você também pode mandar uma mensagem pelo whatsapp no telefone 99114-1389. Você ainda pode procurar atendimento pessoalmente na sala da Ouvidoria, que fica no segundo andar da Prefeitura de Paranavaí.

 

 

Galeria de Fotos





© COPYRIGHT 2017 - CNPJ: 76.977.768/0001-81 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.